Audiência Pública - UNEAL - 12/04/2011

A sessão teve início às 10h10. Nessa audiência faltou o Vereador Elvinho (saúde).

Autoridades Presentes que compuseram a mesa: Jairo Campos - Reitor da UNEAL, Reinaldo Sousa - Diretor do CAMUZP, Laudirege Fernandes - Coordenadora de Educação Superior da SEEE, Wellington Chaves - Pró-Reitor de Desenvolvimento Humano, Otoniel Felizardo - Coordenador Curso de Letras do Camuzp, Gervasio Lopes - Secretário de Educação de Branquinha, Judson Cabral - Deputado Estadual, Ricardo Santa Rita - Representante do Deputado João Henrique Caldas. O verador Fabian Holanda representou o Prefeito Areski Freitas.

A sessão estava lotada de estudantes, professores e comunidade palmarina.


Jairo Campos - Fez um histórico da UNEAL - 41 anos, fez um repasse da gestão dos objetivos e metas alcançados. Informou que a Uneal conta com 5000 mil estudantes, e conta com 300 professores, sendo 200 efetivos e 100 substitutos, deu ênfase ao terreno que foi doado pela prefeitura, informou que a secretaria de Educação paga R$ 4.500,00 de aluguel para a CENEC. Finalizou dizendo: "vocês estão vendo quem respondeu ao nosso convite, eu serei durante quatro anos uma pedra no sapato".

Reinaldo Sousa - Fez um desabafo "eu espero transformar a vida de alguém através da educação, mas não estou vendo condições, não concebo uma sociedade que se desenvolve e cresça sem educação, a transformação do homem será via educação que transforma a sociedade". Finalizou parabenizando quem tem coragem, a exemplo de Jairo Campos, de colocar a "cara a tapa", Viva a UNEAL!".




Wellington Chaves - "ter um cargo público é algo nobre, isso não quer dizer que quem o ocupa também seja, nossa luta é antes de tudo pela sobrevivência, fazemos mudanças, embora estejamos na UTI".

Otoniel Felizardo - "É inadimissível atuar em uma escola de educação básica, o governo só trabalha sob pressão. O povo derrubou a Bastilha, o povo derrubou Suruagy, o povo pode derrubar Teotônio Vilela. É preciso precionar para que não ficar deitado em berço espendido."

Laudirege Fernandes - "o secretário Rogério Teófilo está empenhado na construção do Campus V, ele será o 2º a puxar o trabalho junto com a comunidade, as dificuldades expostas pelo professor Jairo são todas verdadeiras, não há exagero nas falas".



Judson Cabral - "tenho o compromisso com essa causa, porque conheço a realidade da UNEAL, a situação da Universidade é a realidade da demonstração do interresse do governo. Aqui continua a ser um engenho e ter dono. Onde estiver discutindo educação eu estarei presente, Alagoas gasta 1 milhão e 100 mil reais ao mês em propaganda, enquando o da Segurança é 1 milhão e 27 mil reias. Se essa audiência fosse para dar uma comenda a algum político esse auditório estaria mais lotado. A gente tem que aprender, para aprender é preciso educar, para educar é preciso investir".

Gervásio Lopes - "O governo federal gasta pouco com educação. O município de Branquinha, mesmo pequeno, está inteiramente à disposição a esta causa".

Ricardo Santa Rita - "O deputado JHC está em Brasília, è inadimissível que a UNEAL continue naquela escola cenecista".



Fabian Holanda - Não é de hoje que a UNEAL vem passando por problemas, não é do governo Téo, mas a cada ano vai piorando. Fico triste em ter um representante, Nelito, e ele não vir aqui nem enviar representante. Vamos aproveitar a presença do governador aqui em União e entregar a ata desta sessão em mãos. União está ficando para trás, está perdendo a liderança. A imprensa é fundamental, tem um papel importantíssimo. Votei no Téo, e votaria novamente, mas ele precisa acordar.

Bobo - "este colegiado está à disposição de colocar a educação como prioridade. Agradeço a presença do deputado Judson Cabral e do representante do JHC".

Manoel Feliciano - "A UNEAL lutou pelo terreno e agora luta para a construção do prédio, o que falta é prioridade do governo do estado para a educação e para UNEAL, estamos empenhados, os 10 vereadores".




Tutu - "Esta casa está à disposição, fico triste com outros representantes que podem está aqui, nem vêm, nem mandam representante, gostaria que a sociedade analisasse e repudiasse, a grande maioria não está presente".


Julio Paulino - "a luta constante do professor Jairo pela melhoria da educação em União, parabéns. Votei no Téo. Cada um deve fazer sua parte". Genisete Lucena - "Sinto-me orgulhosa em ser autora do Projeto Decreto Legislativo que deu a Jairo e Otoniel o título de cidadão palmarino, Acredito que a união das forças é o definidor para a construção do prédio. continuo com a mesma disposição".


Sérgio Rogério - "Aproveitar a proposta de Fabian Holanda e entregar a ata desta sessão e o manisfesto(cópia) ao Governador. Quando Judson marcar a audiência na Assembleia Legislativa vamos fazer uma cotinha e levar um ônibos com representantes de União".


Bruno Praxedes leu o manisfesto que será entregue ao governador em reunião/audiência dia 14/04 no Palácio do Governo.





Sérgio Rogério


ACORDA UNIÃO

1 comentários:

Junior Araujo disse...

Camarada, muito bem! por acaso encontrei o site A terra da liberdade, consequentemente vi seu vídeo.
Parabéns pelo blog, temos que utilizar esta midia alternativa, a fim de que possamos difundir as idéias de esquerda e que realmente representam a classe trabalhadora, a qual pertencemos a maioria dos cidadãos.
Dá uma olhada no meu: www.junioruneal.blogspot.com

Conto com você na terça feira.