O ABRAÇO GIGANTE


Queridos amigos(as)

Companheiros(as) de caminhada:

Quem viveu os últimos 40 anos em União dos Palmares, recorda do abraço de um gigante, ele, o nosso Dom (Donaldo), que com seus braços enormes e mãos de gigante nos acolhia, na casa paroquial, na Igreja ou onde encontrara os filhos de Santa Maria Madalena. Com muita saudade partilho com vocês estas boas lembranças que vivemos em nossa querida União, durante o tempo em que o Padre Donaldo viveu conosco: tempo de graça, tempo de benção... Que este abraço gigante, agora seja acolhido no abraço trinitário, e nós palmarinos possamos guardar conosco o amável e doce lembrança de tudo o que este sacerdote representa para União dos Palmares. Guardo uma lembrança em especial, durante toda essa minha vida, ainda não encontrei alguém que na noite de Vigília pascoal, entoasse harmoniosamente o canto de proclamação da Páscoa(exuto). Pois, então os convido a rezarmos por seu feliz descanso e que possamos nos despedir de sua presença nesta terra com nosso canto, nosso abraço, que a soma de muitos será um abraço gigante.

com carinho

Pe. Ednaldo, OMI

2 comentários:

Marcio Ferreira disse...

A sensibilidade deste texto é de tamanha verdade, sai do coração. As palavras se completam num verdadeiro testemunho poético, de quem viveu momentos marcantes com Mons Donald.

Pe. Alex Cauchi disse...

Me junto com o povo que conviveu com Pe. Donaldo na sua entrega para o povo sofrido da mata norte! Ontem na missa de 7o dia agradesci a Deus por ter conhecido este padre santo, como falou bem o Pe. Leslie na sua homelia. Obrigado Pe. Donaldo, descanse em paz que o senhor lutou aqui na terra! Reza por nos...