Negócio de União

Fotos: Ivan Nunes

Palavras de ordem, pneus queimados, cordão de isolamento, caminhada, polícia, carro de som, isso foi um pouco do que vi hoje (19) nas proximidades da praça da Alimentação, o motivo de tudo isso, o não abastecimento dos ônibus que fazem o transporte dos estudantes para Maceió. Já estava mais do que na hora dos estudantes tomarem uma medida como esta, pois, faz tempo que clamamos para as assembleias estudantis a fim de solucionar um problema que vem se arrastando desde 2001 (a exclusão) e 2004 (o pagamento do transporte).
Ao chegarem no ponto do ônibus os estudantes tiveram a notícia de que a prefeitura não havia liberado o combustível. A meu ver parece coisa articulada, pois desde segunda (16) que as coisas vêm acontecendo de forma "estranha" para o lado dos estudantes.
Nesse episódio, ao fecharem a rua o secretário de Infraestrutura do município, furou o bloqueio, e o seu transporte ainda esbarrou em alguns estudantes, os mesmos foram à delagacia fazer um BO.
Ficaram agendadas várias formas de manisfestação para o dia seguinte, entrevistas em rádios, concentração no mesmo local para seguir em caminhada para Prefeitura e Câmara Municipal, onde foi marcada uma sessão extra por conta dos vereadores que lá estavam, Manoel Feliciano, Tutu, Elvinho e Julio Paulino. Nesses espaços os estudantes vão reivindicar a gratuidade do transporte para os estudantes e a doação do terreno para UNEAL.

1 comentários:

Marciângela disse...

Fico imensamente feliz ao saber e ver as fotos dos estudantes FINALMENTE se mobilizando, o que já não ocorre há algum tempo. Há muito tempo a gestão municipal se demonstra desfavorável à situação dos estudantes que precisam se deslocar para Maceió. Espero que este seja o ínicio de consquistas efetivas para a categoria e que acabe essa vergonha de R$ 8,00 ( a mentira), R$ 12,00, R$ 15,00, R$ 16,00 e muito mais. Que sejam os estudantes os protagonistas desta história.